Desaparecidos: levar esclarecimentos e consolo em meio à angústia

27 agosto 2015

Os desaparecimentos, relacionados às guerras, migrações ou desastres, são uma realidade. Ocorrem por diversos motivos, mas o sofrimento das famílias é o mesmo. A necessidade de documentação para oferecer respostas à dolorosa incerteza também é a mesma, ainda que encontrar essas respostas leve muito tempo e algumas famílias nunca as obtenham.

Como vemos neste vídeo sobre as famílias dos desaparecidos no Peru, os familiares dos desaparecidos querem saber o que aconteceu com os seus entes queridos, enterrar dignamente os restos mortais, realizar atos em memória deles e que o seu sofrimento pelo desaparecimento seja reconhecido; assim como desejam receber apoio econômico, atenção psicológica ou psicossocial e ter acesso à justiça.

 As famílias dos desaparecidos enfrentam uma série de problemas práticos. Podem ter perdido o principal arrimo da família ao mesmo tempo que gastam os seus parcos recursos ao buscá-lo. Podem ter de enfrentar obstáculos jurídicos e administrativos. Muitas famílias também precisam de apoio emocional ao experimentar sentimentos de isolamento, tristeza e marginalização.

No Dia Internacional dos Desaparecidos, destacamos:

 O direito de saber: As dificuldades enfrentadas pelas famílias para receber informações confiáveis sobre a sorte dos seus entes queridos desaparecidos. 
História do Chile 1 | História da Sri Lanka | História do Chile 2 
   
 Segurança econômica: o amparo financeiro às famílias enquanto buscam novas formas de se sustentar, em meio ao limbo de lidar com o desaparecimento de um familiar. 

   
 Jurídico e administrativo: a ajuda para confrontar os obstáculos surgidos quando um familiar desaparece, mas não é dado como morto. 

   
 Psicossocial: o apoio emocional dado às famílias que enfrentam a angústia da ambiguidade da perda e tentam seguir com as suas vidas, sem respostas.
História do Peru | História de Uganda  |  História do Azerbaijão
   
 Homenagem: uma forma das famílias recordarem os seus entes queridos e fazer uma homenagem à sua memória. 
História do Peru 1 | História do Peru 2


O CICV presta apoio de longo prazo para ajudar as famílias a superar as dificuldades e voltar a ganhar o controle das suas vidas. Também buscamos convencer os governos e outros atores a colocar na agenda a questão dos desaparecidos e a aumentar os seus esforços para atender às necessidades das famílias. Mais informações sobre o trabalho do CICV

 Atender as necessidades das famílias dos desaparecifos

Neste vídeo, conhecemos três pessoas de diferentes lugares do mundo, cada uma delas com sua história sobre alguém próximo que está desaparecido: um homem em Uganda procurando o filho, uma mulher no México e uma mulher na Geórgia, ambas procurando seus irmãos.

 

Nossas publicações sobre pessoas desaparecidas e suas famílias:

   Viver com a ausência: Ajuda às famílias dos desaparecidos

                               

    Acompanhamento das famílias de pessoas desaparecidas

 

    A ciência forense e a ação humanitária 

 

  Pessoas desaparecidas, análise de DNA

 

 Procure o rosto: Pessoas procurando migrantes na Europa

As sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho na Europa estão publicando as fotos de pessoas que procuram seus parentes desaparecidos, on-line e em pôsters, na esperança de reencontrar seus familiares. 

Você está procurando um parente ou pessoa querida desaparecida? Visite o nosso site de Restabelecimento de laços familiares.