Com sistemas de saúde e outros setores vitais da infraestrutura já devastados pela guerra, a COVID-19 é mais uma ameaça dramática, colocando ainda mais em perigo as vidas de milhares de pessoas que já são vulneráveis. CICV

Resposta operacional do CICV à COVID-19: estamos todos juntos nisso

A COVID-19 representa uma dramática ameaça à vida nos países atingidos pela guerra. O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e seus parceiros do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho existem para situações de emergência, como essa pandemia. Temos experiência e estamos prontos para ajudar, em especial nos lugares onde outros atores não estão presentes.
Declaração 30 março 2020

No mundo inteiro, todos sentimos os enormes impactos da pandemia de COVID-19. Com a rápida propagação da doença, é provável que os países com sistemas de saúde precários sejam submetidos a intensa pressão, colocando ainda mais em perigo as vidas de milhares de pessoas que já são vulneráveis.

Nosso apelo de 254 milhões de francos suíços nos permitirá responder a esta crise à medida que ela evolui e, ao mesmo tempo, continuar com as nossas outras atividades – muitas das quais facilitam as respostas locais à crise.

Onde as pessoas vão sofrer as necessidades mais profundas nas próximas semanas, o CICV já lá está, atuando para reforçar a resiliência e preparar-se para o pior.

Muitos países hoje enfrentam emergências humanitárias ou instabilidade por causa de conflitos armados e outras situações de violência; ao mesmo tempo, precisam agora conter a propagação da COVID-19. No caso daqueles com capacidade limitada de responder a essa ameaça urgente, cabe à comunidade internacional a responsabilidade de intensificar a sua resposta.

Com os sistemas de saúde e outras infra-estruturas vitais já devastadas pela guerra, a COVID-19 é mais uma ameaça dramática, colocando ainda mais em perigo a vida de milhares de pessoas já por si vulneráveis. CICV

O CICV abordará as consequências desta crise com o foco nas regiões e comunidades que podem ser mais afetadas, trabalhando com pessoas em situação vulnerável e nos lugares aos quais outros não têm acesso. Já estamos adaptando a nossa resposta operacional em áreas e contextos específicos, como lugares de detenção, campos de deslocados e apoio a serviços de saúde. Em todas as circunstâncias, o CICV garantirá a complementariedade com os outros componentes do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, e com a resposta internacional mais ampla das Nações Unidas.

Também esperamos que os governos, em sua condição de parceiros, apoiem uma resposta humanitária eficaz incorporando – dentro da sua própria resposta à crise da COVID-19 – salvaguardas claras e proporcionais para permitir que os atores humanitários locais e internacionais prestem assistência essencial.